REDAÇÃO FLY BY NIGHT

Entrevista com Elekfantz

"Fazemos o que gostamos e acreditamos muito em nossa música."

13/07/2017 | 18:27 - por Redação FBN
Entrevista com Elekfantz

No verão de 2012, um single deslumbrante, chamado Wish, fez um boom na cena eletrônica internacional. Lançado em uma edição limitada, apenas no formato vinyl, encantou audiências por todo o mundo. Desde então o logoElekfantz
E-Music
Elekfantz
não parou mais de emergir, se tornando um dos nomes nacionais mais respeitados por aqui e ao redor do planeta.



​Formado por Leo Piovezani e logoDaniel Kuhnen
E-Music
Daniel Kuhnen
, o logoElekfantz
E-Music
Elekfantz
é conhecido por inúmeros hits, além da bela e eletrizante apresentação em formato live. Artistas do DOC Records, entre tantos sucessos, são donos da faixa 'Blush', que ganhou uma bela edição limitada em "vinil transparente translucido", com direito a uma versão extendida e um remix produzido pelo label boss, logoGui Boratto
E-Music
Gui Boratto
.



"O DOC surgiu meio que junto com o logoElekfantz
E-Music
Elekfantz
, então posso dizer que me sinto em casa desde o começo. O legal é você ter uma curadoria muito cuidadosa e exigente como temos na DOC. Me identifiquei muito com o logoGui Boratto
E-Music
Gui Boratto
desde o começo, somos músicos e pensamos parecido em relação à composição e criação. Somos ambos muito chatos, exigentes e estamos sempre discutindo para tirarmos o melhor resultado de uma música. Confio muito no Gui e tenho muito respeito e carinho por ele. Assinamos todas as produções juntos e penso que a DOC é o parceiro perfeito para fazer nossos lançamentos. Nossa parceria musical deu muito certo, sinto que falamos a mesma língua, mesmo que cada um tenha sua influência e um background diferente"
, lembra Leo.

Dani Kuhnen ainda diz ser um um prazer e uma honra trabalhar com Boratto. "Primeiro por considerar o Gui um grande amigo e uma pessoa incrível. Mas apesar da amizade, ele não trabalharia conosco se também não acreditasse em nossa música. Por isso digo que também é uma honra, sem dúvida o Gui é o nome mais importante da história da música eletrônica brasileira, levou e ainda leva nossa bandeira para o mundo todo. Tem uma carreira brilhante e uma respeitável discografia que com certeza vai continuar inspirando e influenciando gerações, como nos inspirou", conta.

O FBN aproveitou o momento, que aliás é de intensa movimentação no estúdio do logoElekfantz
E-Music
Elekfantz
, pra bater um papo com os caras. Vale conferir!


ELEKFANTZ

Estamos acompanhando alguns lives de vocês, nas redes sociais. Podemos esperar muitas tracks novas para os próximos meses?
Leo Piovezani:
Sim, estamos preparando muita coisa nova, testando novos estúdios dentro e fora do Brasil, sonoridades diferentes, esse tipo de busca pelo som perfeito. Acredito que em breve teremos mais novidades musicais e mais collabs interessantes para podermos apresentar.

logoDaniel Kuhnen
E-Music
Daniel Kuhnen
:
Já temos mais de uma dúzia de músicas prontas e muitas novidades pela frente. Estamos bem ansiosos para compartilhar tudo com vocês! Por hora, o que podemos adiantar é que vamos lançar nas próximas semanas o clipe oficial de Blush com o remix do logoVintage Culture
E-Music
Vintage Culture
. Ele sempre apoiou o nosso som desde o início da carreira, tanto da nossa como da dele. Curtimos muito essa parceria com ele nesse lançamento.

Novidades a caminho! 👊🔉@guiboratto @vintageculture

A post shared by ELEKFANTZ 🐘 (@elekfantz) on


E entre as tracks que mais repercutiram do logoElekfantz
E-Music
Elekfantz
, existe um carinho maior por alguma delas?

LP: Boa pergunta, eu sempre digo que todas as músicas que componho são como um filho pra mim. Cada música traz alguma lembrança, uma sensação. Parece um clichê, mas é isso mesmo que acontece. Desde nossa primeira música 'Wish', depois nosso primeiro álbum 'Dark Tales & Love Songs' e até 'Blush', sinto que continuo tendo o mesmo carinho por cada canção cada vez que escuto. Outro fato engraçado sobre música favorita: como estou sempre compondo, talvez minha música favorita no momento seja aquela que ainda nem terminamos (risos)! Componho realmente apenas aquilo que gosto de escutar, como se pudesse fazer um exercício de escutar a própria música com outros ouvidos e mesmo assim gostar. Um exercício às vezes difícil de fazer, porém, para mim, funciona bem. Todas as músicas surgem naturalmente, mas algumas levam mais tempo para amadurecer, alguns anos. Outras, como Blush, nascem muito rápido.

DK: Minhas favoritas estão entre as que não repercutiram tanto quanto as que você citou, mas que adoro ouvir e tocar, como 'Why So Bad' e 'Cryptographic Love', ambas do nosso primeiro disco. 'Why So Bad' inclusive gravamos um clipe ao vivo em um lugar fantástico em Amsterdã, uma antiga igreja. Tocamos ela em nossos shows até hoje.



Aliás, como funciona o processo criativo do logoElekfantz
E-Music
Elekfantz
? E após o lançamento, vocês também se envolvem, de alguma forma, na estratégia de divulgação?

LP: Normalmente eu começo compondo algo em nosso estúdio e em seguida o Dani entra pra escutar, opinar e evoluir a ideia. Quando ambos estamos felizes, seguimos para trabalhar no estúdio com o Gui (Boratto), regravar alguns instrumentos, usar alguns dos diversos synths diferentes que ele tem no estúdio e finalmente terminar a música. Todos participam das decisões de arranjo e de composição até a produção final.

DK: Sobre a divulgação, nós participamos bastante e estamos sempre buscando novas ideias e formatos para nossos lançamentos. Sabemos o quanto isso é importante, temos que estar onde nossos fãs estão, principalmente no mundo de hoje. Desde o fim de 2016, quando assinamos com a Som Livre, esse trabalho de marketing e promoção no Brasil está mais nas mãos do time da gravadora. Isso é interessante, pois eles estão envolvidos com os mais diversos gêneros musicais e com estratégias bem diferentes para cada artista. Podemos conversar sobre fórmulas usadas por artistas do mundo pop e adaptá-las ao nosso mundo também.

Ansiosos pra compartilhar com vcs tudo que estamos produzindo nos últimos meses! 🐘 #newmusic #elekfantz #studiosessions #studioporn #musician #musiclife #musiclovers #instamusic #ssl #mixingsession

Publicado por Elekfantz em Quarta-feira, 5 de julho de 2017



Vivemos em um mundo em que a compreensão de cada conceito é muito subjetivo. Na opinião de vocês, o que é "sucesso”?
LP: Sucesso é poder se orgulhar do que você faz, da vida que você leva, das amizades que você construiu. Para mim, sucesso é poder continuar vivendo de música como fiz nos últimos 20 anos, contando com o apoio de muitos amigos, fãs e de minha família. Sou muito grato pelo sucesso que sempre tive desde que comecei na música, aos 11 anos de idade. Me considero um cara bem sucedido por isso.

DK: Concordo com tudo que o Leo falou e acrescento: o mais importante na vida é fazer o melhor que você puder e curtir o que você está fazendo, aproveitar a jornada.

Seguindo essa linha de pensamento, podemos dizer que o logoElekfantz
E-Music
Elekfantz
é um "sucesso"?

LP: Sem dúvida por essa linha o logoElekfantz
E-Music
Elekfantz
é um sucesso desde o início. Começamos compondo e tocando somente o que gostamos de verdade e até hoje temos muito orgulho do nosso repertório, sentimos que essa verdade na nossa música seja algo que define todo esse sucesso pra gente. Claro que junto com isso vem todo o suporte e carinho dos fãs, que nos inspiram a continuar sempre melhorando e inovando.

DK: Exatamente, fazemos o que gostamos e acreditamos muito em nossa música. E ainda conseguimos curtir um bocado no caminho! Música de verdade não tem a ver com dinheiro nem sucesso nas paradas, mas tocar almas. Se toca-las de verdade, o resto é consequência.

ELEKFANTZ

Existe algum artista que vocês desejam muito fazer uma track juntos?
LP: Por eu ser músico, gosto sempre dos artistas mais musicais. Existem alguns nomes que eu gostaria de poder fazer algo junto um dia, mas melhor não falar pra não estragar a surpresa. Vai que logo rola alguma coisa com esses caras (risos).

DK: Tem que falar, pelo menos um! Confesso que tenho uma lista e no topo estão o Marcos Valle e o Caetano Veloso. O Caetano é sem dúvida o artista mais completo do Brasil, o nosso David Bowie. Sem dúvida gostaria muito de fazer algo com ele.

É inegável que a música eletrônica brasileira está cada vez mais consistente. Porém, volta e meia, surgem matérias preconceituosas em veículos não especializados. Na opinião de vocês, é possível alterar essa visão equivocada de certas pessoas?
LP: Sim, a música eletrônica brasileira nunca esteve tão em alta. Fico muito feliz em viver isso. Tanta gente boa no Brasil, tantos novos artistas com vontade de tocar, de viajar, de estar na estrada. Isso é muito bom para a música brasileira! Sobre o preconceito, acredito que esse tipo de comportamento vem da imaturidade daqueles que tem a caneta na mão. Repito algo que já disse antes, música não é competição, não precisa da validação de tudo e de todos. Mas acredito que isso vai passar, faz parte da evolução de cada um e de cada estilo. Quando tinha 17 anos fui estudar jazz na Berklee College of Music e lembro que la dentro já existia essa rivalidade entre estilos, cada um no seu estilo e tal. Enquanto tocava com a turma do jazz eu gravava pagode, rock e pop no Brasil. O que quero dizer é que era exatamente isso que eu achava legal, poder entender, ter o discernimento para navegar em mares diferentes e ser esperto o suficiente para tirar proveito de todas essas diferenças. Os melhores músicos pra mim sempre souberam entender e respeitar essas diferenças, por isso são o que são até hoje. Esse tipo de papo lembra a molecada metaleira discutindo com quem escutava Madonna nos anos 80. Geralmente quem levanta esse tipo de polêmica com o tempo se arrepende. Ou pode optar em ser burro e ignorante a vida inteira mesmo. Não tem problema, o próprio mercado faz essa seleção. O que é bom de verdade permanece firme e forte independente da direção do vento.

DK: "Haters gonna hate". Muita gente não quer enxergar que a música eletrônica é a música da nova geração. O rock e o hip hop também sofreram muito preconceito antes de dominar o mundo e o mainstream. Agora chegou a nossa vez, vamos em frente.

Quais os planos do logoElekfantz
E-Music
Elekfantz
? O que vocês ainda sonham em atingir?

LP: logoElekfantz
E-Music
Elekfantz
está crescendo muito, isso me deixa muito feliz e ao mesmo tempo preocupado em dar o meu melhor cada vez mais. Tão bom poder compor algo e saber que tem milhares de pessoas que vão se identificar com a sua música, isso não tem preço. O sonho é continuar vivendo esse mesmo sonho por muito tempo, com a mesma vontade e a mesma verdade em nossa música, do jeito que começamos e sabemos fazer.

DK: Faço das palavras do Leo as minhas, é isso.


Pra fechar, que mensagem gostariam de deixar para seus fãs?
LP & DK: A todos aqueles que sempre nos prestigiam, seja nos shows, com mensagens de carinho e de admiração ou até mesmo com uma simples curtida nas redes sociais, tenham a certeza de que de uma maneira ou de outra vocês fazem parte de algo muito verdadeiro e rico chamado logoElekfantz
E-Music
Elekfantz
. Nossa música é feita com carinho e com a alma para todos que se identificam com ela e para todos que cantam e se emocionam com a gente. Sem toda essa energia e carinho de vocês não teríamos a mesma coragem e inspiração para chegar onde estamos. Vocês fazem parte de cada nota, de cada melodia e de cada emoção que sentimos todas as vezes que escutamos nossa música tocar no coração de vocês. Muito obrigado por fazer parte do logoElekfantz
E-Music
Elekfantz
!

A post shared by ELEKFANTZ 🐘 (@elekfantz) on

Voltar para redação