REDAÇÃO FLY BY NIGHT

[THE RESIDENTS] Entrevista com IBX

'Estamos em uma fase de ouro, e só tende a melhorar'

06/12/2017 | 12:14 - por Matth
[THE RESIDENTS] Entrevista com IBX

Quando o artista se revela em vários aspectos traçando sua carreira intensamente em todos eles, o resultado só pode ser de sucesso. Isso é retrato do nosso convidado para esta edição do The Residents. DJ, produtor, empreendedor, fomentador da cena e residente do projeto Kool Concept, nos abriu o jogo sobre sua vida, trajetória internacional e ainda nos deu spoilers sobre lançamentos e o documentário. Presta atenção, pois o Tech House está na área com: logoIbx
E-Music
Ibx
!


Olá Israel seja muito bem vindo ao The Residents, ótimo falar contigo. Para iniciar, conta um pouco sobre como a música entrou na tua vida?
Não tenho certeza quando a paixão pela música começou, tenho flashs de memória desde muito cedo pedindo violões de brinquedo para minha mãe de Natal, discos de vinil e fitas cassetes, ainda na minha infância. Mas o contato direto chegou aos 11 anos, quando comecei a tocar bateria em uma igreja da minha cidade, e ter algumas lições de violão e vocal! Depois disso vieram algumas bandas na época de escola, até que me voltei totalmente à música a partir de 2008. Neste ano morando na Australia tocava em bandas de reggae e pop na noite de Gold Coast, onde também tive meus primeiros contatos com a música eletrônica em raves perdendo um pouco do preconceito com o gênero e iniciando uma jornada de pesquisas e amor pela E-Music. Até que em 2010 deixei as bandas de lado e os decks assumiram meus interesses principais, me mudei para o Canadá onde sobrevivi diretamente da música por quase 1 ano como residentes em casas como, Mystique, Boas Lounge e Republic Night Club. Retornei ao Brasil em 2013, porém "IBX" veio apenas em 2015, quando realmente presenciei um maior amadurecimento da carreira e decidi me voltar ao gênero que me despertava mais interesse, o "TechHouse".


Por essência, você tem um instinto pulsante no que tange a criatividade, como produtor já lançou músicas por selos como: Swerve, Sousa, Beachside, Lokik, Black Milk etc. O que faz com que você mantenha essa inspiração constantemente?
Muitos dos lançamentos que tive serviram como um background e termômetro na verdade, por mais que alguns dos lançamentos atingiram posições que sinceramente não esperava, todos faziam parte de um amadurecimento e entendimento como produtor, um mundo totalmente diferente do mundo de DJ por mais que sejam profissões interligadas. No momento estou passando por uma reclusão como produtor, uma decisão minha de me fechar do mundo por algum tempo pela necessidade que senti de evoluir minha identidade e meu conhecimento. Porém tenho um lançamento marcado para os próximos meses, um convite super especial do duo Americano WOLF STORY que não pude negar, um remix que sairá pela Gigante KMS e Armada, fiquem ligados.

Além de idealizar vários projetos, você é residente da Kool Concept, na sua opinião, em que aspectos a carreira de um DJ muda ao assumir uma residência?
Residência pra mim foi sempre super importante, criar raízes e ser responsável pelo crescimento de uma cena local é desafiador e recompensador. Todos sabemos da importância que um DJ residente tem, como educador musicalmente falando, e fomentador direto de um club e toda uma região.

Recentemente você voltou de uma tour pelo Caribe, onde entregou a pista para nada mais nada menos que logoClaptone
E-Music
Claptone
. Conta para nós como foi esta experiência e tua relação com aquela região?

Punta Cana em especial, mas todo o país da Republica Dominicana foi paixão a primeira vista pra mim, me surpreendeu muito a cena eletrônica de lá, o público e clubs em geral. Já são três tours, em três anos, e muita história pra contar. Porém nos próximos dias sairá um documentário especial sobre a ilha, entrevistas, cenas dos clubs e viagens! Fiquem atentos na page IBX, com certeza todos vão se surpreender muito.

Chasing for a Dream 3 @ Santo Domingo RD - Claptone Costume Party

Caribbean Waves - Chapter 3 Highligths do set gravado na capital Dominicana no evento logoClaptone
E-Music
Claptone
Costume Party / The Chinese Laundry Tive o prazer de entregar a pista para logoClaptone
E-Music
Claptone
, um dos artistas que mais admiro e me indentifico com a sonoridade, com certeza se não a melhor gig da minha vida, esta entre as Top5. Fazer um som para um público totalmente desconhecido até então, encaixar na idéia do evento e atmosfera foi uma experiência incrível pra mim, consegui expressar exatamente o que queria, e senti uma conexão forte com a pista todo o tempo! Vou deixar o set abaixo pra quem quiser ouvir, baixar, compartilhar.... SetRecorded: https://goo.gl/R3mFqo

Publicado por IBX em Sexta, 10 de novembro de 2017



Estamos vivendo um momento grandioso da música eletrônica, de que forma você vê o Brasil neste cenário?
Aconteceram muitas coisas nos últimos anos, desde que entrei com ênfase na cena, principalmente fatores externos, como crises econômicas etc… E neste ponto mesmo com alguns festivais importantes cancelados, muitos clubs fechados e eventos diminuindo o ritmo, vejo um avanço grande na cena eletrônica brasileira. Muita gente soube se moldar de forma inteligente e mesmo em meio a fatores adversos soube crescer mais do que nunca. Estamos em uma fase de ouro, e só tende a melhorar. Falando agora diretamente de música, vimos uma evolução gigante no segmento que mais amo Techhouse", nomes que vem ganhando o mundo como logoFancy Inc
E-Music
Fancy Inc
, Andre Gazolla, logoDiego Lima
E-Music
Diego Lima
, logoG.Felix
E-Music
G.Felix
e muitos outros amigos são exemplos a ser seguidos.


O que podemos esperar do IBX para o próximo ano? Spoiler?
Muitos trabalhos estão sendo iniciados este ano, e terão continuidade em 2018. Quem me conhece sabe que tenho um lado empreendedor latente, então posso dividir 2018 entre empreendedorismo, e minha carreira. Como IBX, podem esperar uma roupagem nova, uma aposta grande em lançamentos e produções, imagem, vídeos. Muita coisa nova e bacana está sendo preparada! Em paralelo posso citar a EKOGREEN ACADEMY, escola de música eletrônica que abrimos ainda este ano em Curitiba com meus sócios Edu Lima e Maykon Santolli, ela esta de vento em popa e é motivo de orgulho e alegria. Além disso mantemos um trabalho constante com nossa label CONNECTED com eventos e a TV em forma de entrevistas trazendo muita informação sempre para nossa região. Visando um pouco mais o mercado nacional cito o lançamento tão aguardado do portal de notícias SOMMA+, que em parceria dos brothers Igor Gontarski, Bernardo Farias, Jhonny Uhlmann e com a força de muitos colaboradores estamos levando muito conteúdo para o Brasil inteiro.

Ao longo da sua trajetória, vens conectando muita gente através da música, que recado você deixaria para todos que estão com você nessa jornada?
Eu só tenho a agradecer sempre, vejo muitas pessoas com o coração aberto sempre desejando sucesso, enviando mensagens e vibe positivas diariamente. Com certeza, sem o carinho dessas pessoas não seriamos nada, e nada disso teria sentido. Se você chegou até aqui nessa leitura, com certeza você é uma dessas pessoas que merecem um agradecimento especial pelo suporte de sempre, tem meu respeito e meu carinho eterno por sonhar junto comigo.

Também aproveito pra agradecer ao portal Fly by Night e Matth De Cezaro pelo convite a entrevista no quadro The Residents, uma iniciativa super bacana que tem meu suporte e apoio sempre que precisarem. Estão fazendo um trabalho incrível,parabéns e até a próxima.

Voltar para redação