REDAÇÃO FLY BY NIGHT

A explosão de identidade musical do DJ e produtor JØRD

'Independente da minha idade, a chama do meu sonho nunca vai apagar, afinal, a gente sempre vai está atrás da música perfeita.'

10/01/2018 | 12:55 - por Alan Medeiros
A explosão de identidade musical do DJ e produtor JØRD

Com a explosão do brazilian bass nos últimos dois anos, uma leva de jovens produtores brasileiros saíram do anonimato de seus home studios para ganhar as maiores e melhores pistas do Brasil. Olhando sob perspectiva, eles possuem um perfil parecido, tanto artisticamente, quanto em termos de posicionamento no mercado. Os poucos que realmente se diferenciam, carregam em sua música um algo a mais realmente encantador.

Dentro dessa minoria, é justo destacar o trabalho do jovem logoJord
E-Music
Jord
, produtor que explodiu há mais ou menos um ano e é um dos atuais expoentes do que a galera costuma chamar de low bass. Suas faixas mesclam diferentes estilos relacionados a dance music com uma pitada da pressão de pista genuinamente brasileira. Algumas de suas produções, como o remix de Trem Bala ao lado de logoVintage Culture
E-Music
Vintage Culture
e sua versão para Heads Above do WhoMadeWho, ultrapassam a marca de um milhão de streamings nas plataformas digitais.


No Spotify, logoJord
E-Music
Jord
ostenta impressionantes 400 mil ouvintes mensais, uma marca que impressiona pela sua recente aparição a nível nacional. Em meio a uma agitada tour de verão, ele retorna ao logoEl Fortin
Porto Belo - SC
El Fortin
no próximo dia 13 para comandar o Mainstage no já consagrado Summer Festival do club. Antes disso, falamos com ele:

Olá, JORD! Tudo bem? Uma das coisas que eu acho mais bacana no seu som é a forte identidade que ele carrega. Como foi esse processo de construção?
Olá! Tudo ótimo e com você? Então, falando sobre a minha identidade sonora, foi um processo um pouco longo, onde eu busquei diferentes referências para combina-las e tentar fazer algo "novo". A minha ideia era misturar os timbres mais agressivos com um groove dançante. Depois de vários erros e acertos [risos], cheguei no som que faço hoje.


"Se você tiver um sonho, acredite nele e faça-o acontecer!". Recentemente você postou essa frase junto a um vídeo de agradecimento pelo ano de 2017. Quão distante era o sonho de trabalhar como DJ/produtor quando você começou a produzir suas primeiras faixas? Qual foi o principal ponto de virada da sua carreira?
No início parecia algo quase impossível. Eu era movido pela curiosidade e pela força de vontade, então passava horas produzindo e achava que não iria conseguir chegar onde cheguei. Na minha concepção, o ponto de mudança foi quando conheci os meninos do logoCat Dealers
E-Music
Cat Dealers
, que acreditaram no meu trabalho e me deram o suporte para eu começar a mostrar minhas produções para o Brasil.


Seu último release foi assinado pela HUB Records, sub label da Sony. O que representa para você trabalhar junto a uma das principais marcas da indústria fonográfica do mundo?
É incrível trabalhar com gravadoras de renome e com a Hub Records não foi diferente. O que mais me impressiona é o profissionalismo, principalmente por esse formato de trabalho ainda ser algo recente no Brasil.

Percebo que você tem uma base de fãs bem fiel nas redes sociais que tem empurrado seu nome para diferentes partes do país. Como tem sido esse relacionado direto com eles?
Eu, sinceramente, sou surpreendido a cada dia com os fãs que tenho, eles são surreais. Tento me relacionar o mais próximo possível deles, seja respondendo suas mensagens ou nos shows, tirando foto, conversando, tratando de forma especial cada um.


Essa pergunta é retórica, mas sempre boa para matar a curiosidade de quem te acompanha. Quais são suas principais referências, dentro e fora da música eletrônica?
Sempre cito esses quatro artistas que me influenciaram diretamente na produção musical e até mesmo na carreira: logoCat Dealers
E-Music
Cat Dealers
, logoVintage Culture
E-Music
Vintage Culture
, logoKyle Watson
E-Music
Kyle Watson
e logoSkrillex
E-Music
Skrillex
.


O que você e sua equipe estão preparando para temporada de verão? O que podemos esperar de novidades do logoJord
E-Music
Jord
na pista?

Acredito que vou estar fazendo o que eu mais amo: produzindo e tocando. Independente da minha idade, a chama do meu sonho nunca vai apagar, afinal, a gente sempre vai está atrás da música perfeita. Obrigado a todos que leram essa entrevista!

Voltar para redação